quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

Bateria dos Imperadores do Samba - "A Sinfônica do carnaval gaúcho"


Ontem estivemos na quadra dos Imperadores do Samba, quarta feira, noite chuvosa, gente pra caramba, como é bom ver aquele espaço movimentado, a escola como um todo mostrando muita vitalidade, a bela amiga Raquel de madrinha da bateria(quando a conheci, ela era destaque da ala Perigosas Peruas), velhos conhecidos ritmistas na área (Tropeço, Urso, Maloquinha, Patinete, etc) e vários amigos na festa (Susto, Feio, Tonho Crocco, etc). No comando, Mestre Alessandro Brinco, ao som da harmonia de Carlos Medina com seu filho de voz límpida e marcante. Medina tem no canto a marca dos velhos carnavais, uma impostação característica que privilegia uma dicção clara e por isso pausada, em detrimento dos sambas enredos mais rápidos que por hora dominam a cena por quase todos os lados. Sinais dos tempos, diria algum observador mais sagaz. Eu, mero apreciador dessa manifestação popular, me limito a explicar que a emoção de sentir o peso e a cadência de uma bateria de escola de samba, pulsando cheia de vida, é uma das maiores emoções que o ser humano pode sentir. Ouça um trechinho abaixo...



Nas próximas semanas, acompanhados de Carlos e Pedro Hahn, traremos mais imagens e reflexões sobre o carnaval gaúcho.

Nenhum comentário:

SHOWS BATACLÃ FC

Loading...